Evandro Carvalho não comparece à audiência no Ministério Público do Trabalho para responder sobre a eleição da FPF

PUBLICIDADE

Demonstrando total descaso com o futuro do futebol pernambucano, o atual presidente da FPF, Evandro Carvalho, não compareceu à audiência convocada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), marcada para às 14h desta terça-feira (26). O mandatário alegou viagem, porém, mesmo assim, não enviou representante algum da entidade para a audiência.

O empresário e candidato à presidência da FPF, Alexandre Mirinda, falou sobre a ausência do atual presidente. “Eu tinha absoluta certeza de que ele não iria comparecer. Ele trata o nosso futebol com total descaso. Se ele não compareceu a final da Copa do Nordeste, deste ano, entre Fortaleza e Sport, onde tinha um filiado disputando um título importante, dificilmente viria para essa audiência. Ele acha que está acima da lei”, declarou Mirinda.

O principal motivo para que Mirinda acionasse o Ministério Público do Trabalho (MPT) é a falta de transparência e a ausência de informações do processo eleitoral que se aproxima na FPF.

“Infelizmente, precisei acionar o Ministério Público do Trabalho para que o processo eleitoral seja conduzido de forma democrática e transparente, fato que nunca existiu na história do futebol pernambucano”, disse.

Mirinda ainda lamentou a não realização da audiência. “Lamentamos profundamente que a audiência marcada para esta tarde aqui no Ministério do Trabalho não tenha ocorrido pela ausência da FPF, quer pelo seu presidente ou qualquer representante nomeado por ele. Uma audiência convocada por esse Ministério Público para que a data da eleição fosse marcada, bem como o colégio eleitoral dos que tem direito a voto fosse apresentado. Um desrespeito à justiça e aos que fazem o futebol pernambucano. Democracia é deixar que os clubes e ligas escolham o que eles acham melhor para o futebol” ressaltou.

Ainda não há definição de uma nova data para a audiência. Enquanto isso, Mirinda vai tentar buscar informalmente as informações sobre o processo eleitoral da FPF.

PUBLICIDADE