Agora é oficial: Programa Todos Com a Nota está de volta

PUBLICIDADE

Nesta quarta-feira (20), o Salão Nobre da Federação Pernambucana de Futebol (FPF) foi o palco da cerimônia que marcou a implementação oficial do Todos Com a Nota (TCN). O retorno do exitoso programa se deu por meio da assinatura do Secretário de Esportes de Pernambuco, Davi Oliveira. Além dele e de Evandro Carvalho, Presidente da FPF, também estiveram presentes no encontro Gustavo Sampaio, Diretor de Competições da FPF; Evaldo Mendes, Diretor Financeiro da entidade; Maciel Júnior, Gerente de Relacionamento com a Imprensa da FPF; Gustavo Aguiar, Coordenador do TCN; e Nathan Figueiredo, Gerente-Geral de Esportes do Estado.

“A Federação Pernambucana de Futebol e nossos clubes filiados estão recompensados e se sentem hoje reconhecidos pelo Governo do Estado, em especial pelo Governador Paulo Câmara e pelo Secretário da Fazenda Décio Padilha. Houve um esforço gigantesco em conseguir, após quase dez anos de uma terrível crise econômica e financeira no Brasil, manter incólume a economia do Estado, desenvolver projetos, arcar com as responsabilidades financeiras e, ainda, viabilizar uma quantia considerável para o investimento no nosso futebol. Isso, sem dúvida, restabelecerá nossa competitividade com os outros estados do Norte e do Nordeste do Brasil, que nós havíamos perdido em grande parte. Estão de parabéns o nosso Estado e o nosso futebol”, declarou Evandro Carvalho, Presidente da FPF.

Desde a semana passada, a FPF já havia atendido todas as exigências de caráter técnico, formal, jurídico e administrativo necessárias para a aprovação do programa. A Lei que instituiu o TCN, datada de 2007, foi recentemente atualizada pela Assembleia Legislativa de Pernambuco. Todo o processo em questão passou pelo crivo do Governo do Estado, tendo contado com apoio e com revisão por parte da FPF. Portanto, a assinatura da Secretaria de Esportes marca, de forma oficial, a volta do programa.

“É um dia de muita alegria para nós que fazemos parte do Governo do Estado. O esforço que o Governador tem feito para tirar do papel o Todos Com a Nota faz com que este seja um momento de celebração. A implementação de uma política fiscal arrojada foi fundamental para concretizar a volta do programa, que vai trazer de volta ao estádio torcedores que hoje não estão indo aos jogos. O Todos Com a Nota volta em um momento decisivo para os clubes pernambucanos”, destacou Davi Oliveira.

Antes suspenso desde 2015, o TCN incentiva, simultaneamente, a educação fiscal do torcedor e a maior presença de público nos estádios pernambucanos. Com isso, o programa proporciona o estreitamento do vínculo dos torcedores com os clubes de futebol do estado, ao mesmo tempo em que estimula a emissão de notas fiscais, apoiando o Estado no tocante à arrecadação de impostos.

Com a nova versão do TCN, o torcedor tem direito a um ingresso a cada 200 reais em notas fiscais trocadas. Um único CPF pode receber até cinco entradas por jogo, o que corresponde a 1.000 reais em notas convertidas. O novo modelo representa a evolução tecnológica do TCN, haja vista que toda a operação será efetuada por meio de um aplicativo próprio para smartphones, com a leitura de QR Codes.

Além de manusear o aplicativo por seu iOS ou Android, o torcedor também já pode acessar o programa pelo site www.tcn.pe. Por ser 100% digital, a nova versão do TCN dispensa qualquer utilização do papel. O modelo seguido pelo programa é o de estipular um quantitativo mínimo de ingressos por clube, contemplando as cinco equipes que estão disputando, no momento, divisões do Campeonato Brasileiro: Náutico, Sport, Santa Cruz, Retrô e Afogados. No caso de Náutico e Sport, que estão na Série B, cada clube tem direito a uma carga mínima de 6 mil bilhetes por partida. Já o Santa Cruz, que está na Série D, tem direito a uma carga mínima de 15 mil entradas por jogo. Retrô e Afogados, por sua vez, têm direito a 1 mil ingressos cada um, no mínimo, por jogo.

PUBLICIDADE