Sem vencer há cinco partidas na Série B, Náutico enfrenta o Brusque em Santa Catarina

PUBLICIDADE

Sem vencer há cinco partidas na Série B do Campeonato Brasileiro, o Náutico encara o Brusque às 19h, no estádio Augusto Bauer, pela 10ª rodada, desejando os três pontos para se livrar da zona de rebaixamento. Com nove pontos, o time alvirrubro ocupa a 17ª colocação, um ponto atrás do adversário catarinense.

Para o confronto contra o Marreco, o treinador Roberto Fernandes terá desfalques importantes na equipe titular. O zagueiro Camutanga, o lateral-esquerdo Airton Silva e o volante Rhaldney foram vetados pelo departamento médico e nem viajaram com a delegação. Diante da situação, existia uma chance do comandante alterar o esquema tático e atuar com três zagueiros, cinco homens no meio campo e dois atacantes, entretanto o próprio técnico afastou a possibilidade.

Já que preferiu manter o 4-4-2 que empatou na última rodada e que mostrou um futebol mais equilibrado, o treinador alvirrubro vai acionar Wellington ou Carlão para fazer a dupla de zaga com Bruno Bispo, Djavan no lugar de Rhaldney, e Nascimento no lado esquerdo da defesa. Sendo assim, Ralph, Richard Franco e Jean Carlos completam a faixa central.

No sistema ofensivo, a ausência é o jovem Luis Phelipe, que ficará afastado por cerca de dois meses por causa de uma lesão muscular grau 3 na coxa direita. Para o lugar do ponta, o técnico deve optar por Pedro Vitor, que vem entrando com frequência no segundo tempo dos jogos e parece ter ganho a briga com Leandro Carvalho, Ewandro e Niltinho.

“Hoje o Náutico passa por um momento complicado devido aos desfalques. Não conseguimos ter uma sequência. Precisamos entender o momento. Primeiro passo para sair dessa situação é ter um número maior de jogadores à disposição. A gente precisa fazer um jogo equilibrado, como fizemos contra o Ituano, e ficar concentrados no momento que tiver oportunidade para fazer o gol”.

Como vem o Brusque?

Na 13ª posição, o Marreco vem de uma derrota para o Vasco da Gama, fora de casa, e perdeu o lateral-direito Pará, que deve ser substituído por Toty. Com a terceira pior defesa da Série B, a equipe comandada por Luan Carlos está invicta no ano atuando como mandante. Pela competição foram três vitórias e um empate pelo certame nacional diante da sua torcida. Uma vitória deixaria o clube na cola do G4. Por outro lado, um resultado negativo contra o Timbu deixaria o time na beira da zona de rebaixamento.

FICHA DO JOGO

Brusque
Jordan; Toty, Bruno Aguiar, Wallace e Airton; Rodolfo Potiguar, Zé Mateus e Jailson; Alex Ruan, Todinho e Alex Sandro. Técnico: Luan Carlos

Náutico
Lucas Perri; Victor Ferraz, Wellington (Carlão), Bruno Bispo e Nascimento (João Paulo); Djavan, Ralph, Richard Franco e Jean Carlos; Pedro Vitor e Léo Passos. Técnico: Roberto Fernandes

Local: estádio Augusto Bauer, em Brusque (SC)
Hora: 19h
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)
Assistentes: Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP) e Fabrini Bevilaqua Costa (FIFA) (SP)

Do Esportes DP

PUBLICIDADE