Patric aciona Sport na Justiça e pede rescisão de contrato por salários atrasados

PUBLICIDADE

A crise extracampo no Sport tem mais um capítulo: Patric acionou o clube na Justiça do Trabalho pedindo rescisão indireta de contrato. Afastado do elenco por “ato de indisciplina” – segundo a diretoria – e após testar positivo para a Covid-19, o lateral-direito alega salários atrasados para ingressar com a ação.

As informações foram confirmadas pelo advogado do atleta, Donny Livingstone, e pelo presidente provisório do Leão, Pedro Leonardo Lacerda. A ação corre em segredo de Justiça, e o Rubro-negro recebeu a notificação nesta semana.


No processo, Patric reivindica o depósito completo de FGTS – desde o início do contrato -, além de salários e imagem em atraso. Os salários, por sua vez, correspondem aos meses de abril e maio, segundo o advogado Donny Livingstone.

  • Nós acionamos por essa rescisão. Temos conversado desde o início, tivemos muita paciência, mas chegou em um momento que não deu mais. Estamos reivindicando FGTS todo, que não foi disponível nenhuma parcela. Quatro meses de imagem em aberto, do início do contrato e desse ano. Dois salários em atraso e 13º.

O presidente provisório do Sport, Pedro Leonardo Lacerda, por sua vez, confirma a ação. O caso, agora, está nas mãos do departamento jurídico do clube – que tem cinco dias para responder sobre o pedido de liberação.

Do globo esporte PE

PUBLICIDADE