Náutico vence o Botafogo e segue com 100% na Série B

PUBLICIDADE

Em jogo bastante movimentado nos Aflitos, o Náutico sofreu, mas conseguiu vencer o Botafogo por 3 a 1 e chegou a quinta vitória em cinco jogos na Série B. O Timbu abriu o placar no primeiro tempo, levou o empate depois de desperdiçar um pênalti com Kieza, mas nos últimos cinco minutos da partida marcou dois gols com Jean Carlos e Guillermo Paiva, e garantiu os 100% de aproveitamento no campeonato.


Com mais um resultado positivo, o Náutico chega a 15 pontos e continua na liderança da Série B, enquanto o Botafogo permanece com nove pontos, mas caiu para a quarta posição. Sem muito tempo para comemorar mais uma vitória, o Timbu já volta a campo na próxima quarta-feira, quando viaja até o Paraná para enfrentar o Londrina, às 16h, no estádio do Café.

O JOGO

Sob grande expectativa, o jogo começou bastante movimentado nos Aflitos. E com apenas oito minutos de bola rolando, o técnico Hélio dos Anjos foi expulso depois de muita reclamação com a arbitragem. Sem tempo de sentir a falta do treinador, o Náutico abriu o placar aos 15 minutos. Após cobrança de escanteio do meia Jean Carlos, a bola desviou no volante Pedro Castro, do Botafogo, e acabou morrendo no fundo do gol do goleiro Douglas Borges.

Mesmo em vantagem no placar, o Náutico não mudou o estilo de jogo e controlava as ações dentro de campo. Durante a maior parte do primeiro tempo, o sistema defensivo alvirrubro conseguiu levar vantagem sobre o ataque do Botafogo, que passou a assustar nos minutos finais. As chegadas do time carioca proporcionaram ao Timbu os contra-ataques. Em boa jogada do atacante Vinícius, por pouco os pernambucanos não marcaram o segundo gol.

Na volta para o segundo tempo, o Botafogo começou no ataque em busca do empate. E logo aos dez minutos, após cobrança de escanteio, a boa sobra para Pedro Castro e o goleiro Alex Alves faz duas grandes defesas. Aos 21 minutos, Erick faz boa jogada e acaba sofrendo um pênalti. Na cobrança do artilheiro Kieza, no entanto, o goleiro Douglas Borges defendeu e evitou o segundo gol do Náutico no jogo.

Oito minutos depois, o castigo. A defesa do Náutico saiu jogando errado, Rafael Moura roubou a bola e Felipe Ferreira recebeu na área para finalizar no contrapé de Alex Alves e empatar o jogo. Aos 44 minutos, Hereda foi até a área adversária e sofreu mais um pênalti. Sem Kieza, substituído, o meia Jean Carlos chamou a responsabilidade e não deu chances para o goleiro do Botafogo. Já no minuto final, Alex Alves lançou Paiva e, de primeira, o paraguaio marcou o terceiro gol e deu números finais ao jogo.

FICHA DO JOGO

Náutico 3
Alex Alves; Hereda, Camutanga, Wagner Leonardo e Bryan; Matheus Trindade (Luiz Henrique), Rhaldney (Marciel) e Jean Carlos; Erick (Giovanny), Vinícius (Matheus Carvalho) e Kieza (Paiva). Técnico: Hélio dos Anjos.

Botafogo 1
Douglas Borges; Warley (Daniel Borges), Kanu, Gilvan e Paulo Victor; Luís Oyama, Pedro Castro (Rafael Moura) e Marco Antônio (Felipe Ferreira); Chay (Diego Gonçalves), Guilherme Santos (Barreto) e Rafael Navarro. Técnico: Marcelo Chamusca.

Local: estádio dos Aflitos, Recife (PE)
Árbitro: Wanderson Alves de Sousa (MG)
Assistentes: Ricardo de Souza e Frederico Soares Vilarinho (ambos de MG)
Cartões amarelos: Vinícius, Camutanga, Wagner Leonardo e Hereda (Náutico); Warley, Rafael Carioca, Kanu, Guilherme Santos, Pedro Castro (Botafogo)
Cartão vermelho: Hélio dos Anjos (Náutico)
Gols: Pedro Castro (contra) aos 15’ do 1ºT; Felipe Ferreira (Botafogo) aos 29’, Jean Carlos aos 44’ e Paiva aos 51’ do 2ºT.

Do Esportes DP

Foto: Paulo Paiva
PUBLICIDADE