Santa Cruz negocia com o atacante Frank, do Afogados, e dupla do futebol paulista

PUBLICIDADE

Em meio à mais uma reformulação do elenco na temporada, o Santa Cruz continua monitorando o mercado e negocia com os primeiros jogadores para a disputa da Série C, que tem início marcado para o final do mês. Artilheiro do Afogados no Campeonato Pernambucano, o atacante Frank é um dos alvos do clube. Após a negociação frustrada com o meia Vinícius Vargas, a diretoria tricolor tenta acertar a contratação de mais um jogador do time sertanejo.


O presidente do Afogados confirmou as conversas. “Segundo o nosso diretor de futebol e o vice-presidente, ele está em negociação com o Santa Cruz. É um jogador que se destacou aqui no Afogados e tudo indica que ele vai para lá mesmo. Hoje eu assinei a rescisão de Vinícius Vargas, mas ainda não assinei a dele. Frank tem contrato conosco até o dia 30 desse mês”, explicou João Nogueira.

Frank tem 26 anos e se destacou no Afogados, sendo o artilheiro do time no Campeonato Pernambucano com quatro gols marcados em nove jogos disputados. Além da Coruja, o atacante tem passagens pelo Rio Branco-SP, PSTC, Toledo, Tocantinópolis, Ferroviário CEOV Operário e Velo Clube, além do futebol coreano, onde defendeu o Gyeongnam e o Ansan Greeners.

DUPLA DO FUTEBOL PAULISTA

Além de Frank, o Santa Cruz também negocia com uma dupla do futebol paulista. O meia Rondinelly, da Inter de Limeira, e o lateral esquerdo Julinho, do São Bento, podem reforçar o Tricolor na Série C. As duas equipes já foram eliminadas do Campeonato Paulista e os jogadores estão livres para negociar com outros clubes, já que têm contratos vigentes somente até o final do mês.

Quem tem conduzido as negociações entre o Santa Cruz e Rondinelly é o executivo de futebol Fabiano Melo. Os dois já trabalharam juntos no América-RN, no ano passado. Aos 30 anos, o meia tem passagens por Vila Nova, Grêmio, Palmeiras e outros clubes do futebol Paulista. Já Julinho, de 34 anos, disputou a Série C do ano passado pelo Ituano. No Nordeste, também defendeu o América-RN, além do Sampaio Corrêa.

FOTO: CLAUDIO GOMES
PUBLICIDADE