PE 2021: Náutico e Santa Cruz protagonizam semifinal na Arena de Pernambuco

PUBLICIDADE

O Clássico das Emoções deste domingo promete fazer jus ao nome. De um lado, há um Náutico que quer consolidar a boa primeira fase. Do outro, um Santa Cruz que busca confirmar o crescimento, após a chegada do novo treinador. No jogo único da semifinal, às 16h deste domingo, na Arena de Pernambuco, entram em jogo vagas na Copa do Brasil, na Copa do Nordeste, mas, acima disso, a esperança do título pernambucano.

No clássico, o Santa Cruz terá sua principal chance de classificação à Copa do Brasil, que depende quase exclusivamente de um avanço à final. O time também só vai à Copa do Nordeste caso consiga sair do Estadual com a taça. Para o Náutico, a vaga no Nordestão já pode ser confirmada na segunda, caso seja definida uma final com o Alvirrubro e o Sport.

Com isso, o treinador Hélio dos Anjos alertou para a importância deste jogo, de forma a evitar um calendário esvaziado, como foi o de 2021. “Conquistamos uma passagem para a Copa do Brasil e, esse jogo de agora, daqui a pouco, pode estar valendo até a Copa do Nordeste. Então, eu não quero que, no ano que vem, se eu estiver aqui ou se outro profissional estiver, o Náutico não tenha esse prejuízo financeiro, nem esse prejuízo técnico”.

Mandante, o Náutico optou por levar o jogo para São Lourenço da Mata por preocupação com o estado do gramado dos Aflitos. Por lá, o clima de campo neutro, existente por natureza nos jogos sem torcida, se torna ainda mais latente. Assim, a boa campanha do Náutico na primeira fase, com liderança e classificação antecipada já não tem mais valor, com o ciclo recomeçando do zero para este confronto decisivo. O mesmo vale para o Santa Cruz, que oscilou mais ao longo do turno, mas conseguiu terminar na quarta posição.

Essa visão de equilíbrio foi compartilhada pelo meia Chiquinho, do Santa Cruz. Para o principal articulador coral, o próprio conceito de clássico já garante uma igualdade, “Acho que Clássico não tem favorito. Acho que quem tem mais determinação, garra, vai vencer o jogo. Nós temos buscado nosso crescimento dentro do campeonato e, graças a Deus, a gente cresceu na hora mais importante, que é a reta final. Agora é ter tranquilidade, ver o que o professor Bolívar tem para passar para nós nesse dia de treinamento para, quando chegar no domingo, a gente chegar forte e buscar nosso objetivo”, afirmou.

FICHA DO JOGO

Náutico
Alex Alves (Jefferson); Hereda, Camutanga, Ronaldo Alves (Wagner Leonardo) e Rafinha; Rhaldney, Djavan e Jean Carlos; Erick, Vinícius e Kieza. Técnico: Hélio dos Anjos.

Santa Cruz
Jordan; Digão, Willian Alves, Júnior Sergipano e Eduardo; Elicarlos (Karl), Derley (Augusto César) e Chiquinho; Madson, Bustamante e Pipico. Técnico: Bolívar.

Local: Arena de Pernambuco
Horário: Domingo, às 16h
Arbitragem: Rafael Traci (FIFA-PR)
Assistentes: Fabio Pereira (TO) e Leila Naiara (FIFA-DF)

DO ESPORTES DP

PUBLICIDADE