Após cinco anos no Santa Cruz, Danny Morais se despede dos gramados

PUBLICIDADE

Após cinco temporadas no Santa Cruz, o ídolo Danny Morais despede dos gramados nesta terça-feira (30), aos 35 anos de idade. Através das redes sociais do Tricolor do Arruda, os filhos do capitão coral anunciaram oficialmente sua aposentadoria. Com a camisa tricolor, foram 177 jogos, além dos títulos da Copa do Nordeste, em 2016, dois Pernambucanos, bicampeonato em 2015 e 2016, e um acesso à Série A


Sua passagem no Santa Cruz foi interrompida apenas em 2017, quando o zagueiro passou uma temporada no futebol sul-coreano, retornando no começo de 2018. De lá pra cá Danny sempre assumiu um papel de liderança na equipe coral. Um dos principais motivos que “pesou” na escolha do zagueiro de encerrar a carreira com a camisa da Cobra Coral, é a sua identificação com a cidade do Recife, sua paixão com a torcida e seu amor pelo clube.

O capitão tricolor não escondia de ninguém a vontade de aposentar as chuteiras, já que nos últimos vinha se preparando para uma possível aposentadoria. Ano passado realizou o curso de licença B para treinadores, promovido pela CBF, além de um curso de gestão na Universidade do Futebol, projetando assim um possível futuro no mundo esportivo em um cargo administrativo.

O amor pelo setor defensivo corre nas veias da família e influenciou Danny desde a infância. Quando era pequeno, alimentava o sonho de se tornar um jogador profissional ao acompanhar os treinamentos de atletas profissionais com o avô, Valdir de Moraes, um dos maiores arqueiros do Palmeiras e o primeiro preparador de goleiros da história do futebol brasileiro.

Realizou este sonho ao entrar nas categorias de base do Internacional, com 13 anos de idade. Desde pequeno, sua seriedade e liderança chamavam a atenção dos treinadores. também teve passagens por Botafogo, Bahia e Chapecoense. Além dos títulos conquistados com o Santa Cruz, Danny conquistou em sua carreira dois Campeonatos Gaúchos em 2008 e 2009, um Carioca em 2010 e um Baiano em 2012. No total são mais de 400 jogos em vinte anos de carreira, contabilizando 11 títulos.

Foto: Rafael Melo

Do Esportes DP

PUBLICIDADE