Série B: Náutico encara o Cruzeiro para se livrar do rebaixamento

PUBLICIDADE

O último passo da corrida para a fuga do rebaixamento para o Náutico pode ter sido antecipado. Após a confirmação da derrota do Figueirense diante do Juventude, sacramentada com um gol do ex-alvirrubro Rogério, o Timbu pode confirmar sua permanência na Série B apenas empatando com o Cruzeiro, no domingo, às 16h, no Mineirão.

Se o retrospecto como visitante não ajuda, uma vez que o Náutico tem a pior campanha entre os 20 clubes jogando fora de casa, com apenas 10 pontos conquistados, um alento para torcida alvirrubra é que o Cruzeiro, adversário nesta 37ª rodada, não tem mais nenhuma pretensão na competição, pois não briga mais por acesso e nem tem risco de rebaixamento.

Apesar da pouca motivação do time mineiro para a sequência da competição, o elenco do Náutico não conta com uma partida fácil em Belo Horizonte. Aliás, muito pelo contrário, segundo o lateral Hereda, a expectativa é de um jogo difícil e que exija muito da concentração do grupo alvirrubro.

“Sabemos que não será nada fácil, independente do Cruzeiro não precisar lutar mais para não cair. Temos uma missão, sabemos que é difícil, mas estamos preparados para fazer um bom jogo. Estamos indo bem concentrados, focados, e vai dar tudo certo. Nenhum dos dois jogos vão ser fáceis, sabemos bastante disso. Vamos fazer uma boa semana, treinar, tanto para esse jogo quanto para o outro, e vamos focar”, ressaltou o lateral.

Para a decisão, o Náutico deve ter seu elenco praticamente completo para a partida diante da Raposa mineira, pois os laterais Kevyn e Igor Miranda devem retornar à equipe após o período de isolamento exigido após testarem positivo para a Covid-19, lhes tirou dos jogos contra a Ponte Preta e Oeste. Quem também deve retornar ao time titular é o volante Djavan, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo diante do Oeste.

Como chega o Cruzeiro
Com a permanência assegurada na Série B e sem riscos de cair para a Terceira Divisão, a tendência é que o técnico Luiz Felipe Scolari utilize os dois últimos jogos do Cruzeiro como um laboratório para experimentar jovens valores, algo importante, uma vez que a Raposa segue impedida de inscrever novos jogadores após queda de liminar para anular a sentença imposta pelo CNRD.

Ficha do jogo

Cruzeiro
Fábio; Cáceres, Ramon, Manoel e Matheus Pereira; Adriano, Jadson e Giovanni; Airton, William Pottker e Rafael Sóbis. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Náutico
Anderson; Hereda, Rafael Ribeiro, Camutanga e Kevyn; Rhaldney, Djavan e Jean Carlos; Erick (Bryan), Vinícius e Kieza. Técnico: Hélio dos Anjos.

Local: Arena Independência, em Belo Horizonte
Data e horário: Domingo (24/01), às 16h
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (FIFA-SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Herman Brumel Vani (ambos de SP)

Texto: Esportes DP

PUBLICIDADE