Série A: Sport é derrotado pelo Palmeiras

PUBLICIDADE

Enfrentando um time alternativo do Palmeiras, o Sport até entrou em campo com uma postura mais avançada, buscando surpreender os adversários e pressionar o Verdão. A estratégia até funcionou nos primeiros 25 minutos, mas após sofrer o gol de Willian, que definiu o placar em 1 a 0 para o Verdão, o time leonino acusou o golpe e passou a ser dominado pelos paulistas, que garantiram mais uma vitória para seguir no G6 da competição.

Com o resultado, o Sport segue fora da zona de rebaixamento, na 14ª posição, com 32 pontos conquistados. O Leão pode ser ultrapassado por Fortaleza e Vasco que jogam contra Grêmio e Botafogo, respectivamente. O próximo compromisso dos rubro-negros será fora de casa, no sábado, diante do Fluminense, no Maracanã, às 19h.

O jogo
Enfrentando um time misto do Palmeiras, que terá o segundo jogo da semifinal da Libertadores diante do River Plate, na próxima terça-feira, o Sport iniciou o jogo com uma postura mais ofensiva jogando em casa diante do Verdão. Utilizando-se muito do lado direito ofensivo, o Leão teve nas descidas insinuantes de Patric, alimentado especialmente por bolas alçadas pelo volante Betinho, as principais jogadas de ataque nos primeiros minutos da etapa inicial.

O Palmeiras, por sua vez, investia na velocidade de Gabriel Veron para puxar os contra-ataques e assim conseguiu chegar ao seu gol. Aos 26, após lançamento longo da defesa, o prata da casa recebeu na lateral da grande área e cruzou para o atacante Wilian, que dominou, driblou a defesa e finalizou com categoria entre as pernas de Luan Polli para abrir o placar.

Após sofrer o gol, o Sport pareceu sentir o impacto e passou a dar mais espaço para que o time paulista crescesse na partida, perdendo parte do ímpeto ofensivo pelas alas, especialmente com Patric e Júnior Tavares, que passaram a ser bem marcados. Assim, a primeira etapa terminou com o Palmeiras levemente melhor.

Segundo tempo
Para a segunda etapa, as duas equipes voltaram modificadas, mas com intuitos bem diferentes. Enquanto o Sport queria se tornar mais ofensivo com a entrada de Jonatan Gomez, o Palmeiras buscava consolidar seu domínio no meio-campo com a saída de Gabriel Veron para a entrada de Gabriel Menino.

Com o Palmeiras mais retraído, o Sport não conseguia furar o bloqueio paulista para criar chances de gol. Já o Verdão partia em velocidade para o contra-ataque e teve três boas possibilidades de ampliar com Willian, Breno Lopes e Patrick de Paula.

Dominante em toda a segunda etapa, o Palmeiras seguiu engessando as jogadas de ataque do Sport, que não conseguiu ser nem de longe tão perigoso quanto na primeira etapa. No último lance da partida, o Sport teve um pênalti marcado pelo árbitro, que ao ser analisado pelo VAR, foi reavaliado por Dyorgines José Padovani, que voltou atrás na sua decisão. Dessa forma, coube ao Verdão apenas administrar a partida até o fim para garantir o triunfo na capital pernambucana.

Ficha do jogo

Sport 0
Luan Polli; Raul Prata (Jonatan Gomez), Rafael Thyere, Adryelson e Júnior Tavares (Sander); Marcão (Ewerthon), Betinho (Ricardinho) e Thiago Neves; Patric, Marquinhos (Hernane) e Dalberto. Técnico: Jair Ventura.

Palmeiras 1
Weverton; Emerson Santos, Luan, Kuscevic e Lucas Esteves (Danilo); Zé Rafael (Patrick de Paula), Raphael Veiga (Alan Empereur) e Lucas Lima (Rony); Gabriel Veron (Gabriel Menino), Breno Lopes e Wiliian. Técnico: Abel Ferreira.

Local: Ilha do Retiro
Árbitro: Dyorgines Jose Padovani de Andrade (ES)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires e Vanderson Antonio Zanotti (ES)
Árbitro de Vídeo: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Gols: Willian aos 26/1º T (Palmeiras)
Cartões amarelos: Rafael Thyere, Thiago Neves, Marcão(Sport); Lucas Lima, Gabriel Menino, Kuscevic (Palmeiras)

Foto: Anderson Stevens
PUBLICIDADE