Atacante Paiva está fora do Náutico

PUBLICIDADE

A trama envolvendo Náutico, Olimpia e Paiva finalmente teve fim. Após semana agitada nos bastidores, todo o esforço do Timbu para garantir a permanência de Guillermo Paiva acabou sendo em vão: o paraguaio retorna, oficialmente, para o seu país de origem e jogará a temporada 2021 pelo Olimpia de Assunção, detentor de seus direitos. Peça importante na reação do Timbu nesta reta decisiva da Série B do Campeonato Brasileiro, o jogador de 23 anos terminou sua passagem pelos Aflitos suprindo a ausência de Kieza, artilheiro do clube na competição, e recebendo elogios do comandante alvirrubro, Hélio dos Anjos. 

A trajetória do jovem centroavante vestindo vermelho e branco começou no início da temporada, em janeiro. Emprestado pelo Rei de Copas, como é conhecido o único tricampeão da Libertadores fora do eixo Brasil-Uruguai-Argentina, ao clube pernambucano, Paiva entrou em campo 28 vezes e participou de oito gols, sendo quatro redes balançadas e quatro assistências. Com os números, terminou 2020 sendo o terceiro maior responsável pelos tentos alvirrubros, atrás apenas de Kieza, 11, e Jean Carlos, 20. 


Ainda no Campeonato Pernambucano, antes da pausa da pandemia da Covid-19, o atleta sofreu com uma lesão grau dois na coxa, quando foi acionado pelo então treinador Gilmar Dal Pozzo para encarar o Central dois dias após a desgastante eliminação contra o Botafogo, pela Copa do Brasil, que exigiu bastante do físico dos jogadores. Sem entrar em campo durante seis meses do ano, Paiva retornou aos gramados em agosto, no confronto entre Timbu e Guarani: marcou o gol da vitória e, desde então, participou de 20 partidas pela competição.  
Sob o comando de Hélio dos Anjos, Paiva participou de sete jogos e marcou um gol. Embora pouco efetivo à frente da meta, o estilo dentro de campo físico e esforçado do paraguaio esteve em sintonia com as ideias de jogo do treinador mineiro, que precisou da voluntariedade do atleta após perder o principal pilar ofensivo da equipe, Kieza. Suprindo a ausência do experiente ídolo alvirrubro, Paiva atuou os 360 minutos e ajudou o Timbu a conseguir a maior sequência sem derrotas da temporada. 
Embora tenha pouca idade, Guillermo Paiva tem experiência no futebol sul-americano. Antes de ser anunciado pelo Náutico, atuava, também emprestado pelo Olimpia, no Zamora, da Venezuela. Por lá, jogou o maior torneio do continente, a Copa Libertadores, e, embora o seu time tenha sido eliminado na fase de grupos, marcou dois gols e foi um dos destaques no ‘grupo da morte’, com Atlético-MG, Cerro Porteño e Nacional de Montevidéu. 

Confira detalhes e números da trajetória de Guillermo Paiva
Temporada: 28 jogos4 gols4 assistências
Série B:20 jogos (7 titular)3 gols (0,1 por partida)0 assistências
Com Hélio dos Anjos:7 jogos (4 titular)1 gol0 assistências

Do Esportes DP

Foto: Caio Falcão
PUBLICIDADE