Venda do meia João Paulo pode render R$ 2,5 milhões ao Santa Cruz

PUBLICIDADE

Do Super Esportes PE

Emprestado ao Seattle Sounders, clube da MLS (Major League Soccer), pelo Botafogo, João Paulo deve permanecer atuando no futebol norte-americano em 2021. Vice-campeão do principal campeonato do país, o Seattle encaminhou a prorrogação do contrato do ex-Santa Cruz, que deveria retornar ao Brasil em novembro, mas, agora, continuará no soccer até 2022. O valor cotado gira em torno de US$ 1,3 milhões (aproximadamente R$ 6 milhões), assim, dono de 40% dos direitos econômicos do atleta, o Santa Cruz embolsará 2,5 milhões de reais.

Nei Pandolfo, executivo de futebol do Tricolor, à reportagem do Diario de Pernambuco, disse prestar atenção à negociação, embora aguarde sua finalização. “Oficialmente a informação não chegou a nós, mas o clube está acompanhando. A negociação é de responsabilidade e envolve apenas o Botafogo e o Seattle, e nós apenas aguardamos. O Botafogo tem o compromisso de encaminhar os valores proporcionais para nós”.

Destaque do Santa Cruz na campanha de acesso em 2015 e na da Série A de 2016, João Paulo foi negociado com o Botafogo logo após a campanha que rebaixou o Tricolor à Segundona. Com 60% dos direitos vendidos por R$ 3 milhões de reais, o meia é, ainda hoje, a maior venda da história dos corais.

Interessado na transferência, o clube carioca, atualmente, vive momento delicado dentro e fora das quatro linhas. Lanterna isolado do Brasileirão, o Glorioso está afundado em dívidas, projetou arrecadar R$ 62 milhões em vendas nesta temporada e, embora tenha realizado sua maior transferência da história, com Luís Henrique, que saiu por R$ 24 mi para o futebol francês, está longe de alcançar o patamar esboçado no início da temporada.

Nesta temporada da MLS, João Paulo entrou em campo 23 vezes e participou de cinco gols, sendo três assistências e duas redes balançadas. Além disso, ajudou a levar o Seattle Sounders à final do torneio, porém não foi suficiente para evitar a acachapante derrota por 3 a 0 sofrida diante do Colombus Crew, campeão pela segunda vez da competição.

PUBLICIDADE