Pela Série C, Santa Cruz encara o Ferroviário no Ceará

PUBLICIDADE

Santa Cruz e Ferroviário se enfrentaram em apenas duas partidas oficiais até agora. A terceira, que acontecerá às 15h30 deste domingo, no estádio Domingão, traz a chance da primeira vitória pernambucana. O duelo, válido pela Série C do Campeonato Brasileiro, também marca um confronto com o segundo colocado da disputa nacional. Assim, além de conquistar a primeira vitória em cima dos cearenses, o time do Arruda ainda pode garantir a sua permanência na liderança da competição nacional.

  • primeiro jogo entre as equipes, no mês de maio do ano passado, acabou em 3 a 0 para Ferrão, causando estragos também fora de campo e gerando desgaste na campanha do técnico Leston Júnior, que foi demitido duas rodadas depois. No reencontro entre as equipes, em julho do mesmo ano, mais uma derrota para o tricolor pernambucano. Dessa vez, por 2 a 0. E quem foi o alvo dessa vez foi o técnico do Santa à época, Milton Mendes.
  • Neste jogo, inclusive, o Santa Cruz apostava em casa cheia e fez de tudo para ter o apoio da sua torcida no jogo. Para isso, até lançou uma campanha massiva de marketing fazendo alusão à “50 mil cobras” dentro de casa. 
  • Agora, para o terceiro duelo contra o Ferroviário, o cenário não é tão diferente, já que os corais brigam para permanecer na ponta de cima da tabela. Dessa vez, sob o comando do técnico Marcelo Martelotte, o Santa aposta num bom desempenho direto do Domingão. Um outro impulso para essa conquista é a presença do atacante Pipico, que retornou ao elenco após passar por um período no departamento médico, tratando de uma lesão. Junto a ele, o zagueiro Célio Santos também deve atuar no  jogo, que pode ser uma “resposta”, ainda que tardia, ao Ferroviário. 
  • Comentando sobre o encontro do próximo domingo, o treinador coral afastou o elo com os jogos passados e projetou um “outro momento”, para os dois lados. “É uma nova competição, é um novo grupo. O que aconteceu ano passado ficou para atrás e não faz mais parte dessa competição, são momentos diferentes. O momento do Santa Cruz na Série C é muito diferente comparado ao ano passado. O próprio Ferroviário também brigando ali em cima. Nós entendemos que não existe essa correlação aos jogos do ano passado, e sim, essa responsabilidade pela importância do jogo, principalmente pelo momento dos dois times no campeonato”, disse Martelotte.

Como eles vêm

Para o duelo, o Ferroviário, de Marcelo Vilar, terá que lidar com a ausência do seu artilheiro Wellinton Rato, que foi transferido para o Atlético/GO. De quebra, o time vai estrear em um novo estádio. Por ordem da CBF, o Ferrão recebe o Santa no estádio Domingão, em Horizonte, a 44km de Fortaleza.  Em campo, o time também terá desfalques. O zagueiro Magno Alves, o lateral-direito Mathaus (ex-Retrô) e atacante Wesley estão lesionados, enquanto o volante Magno cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo recebido na última partida, quando o Ferroviário venceu o Imperatriz/MA por 2 a 1. Por outro lado, o ex-volante do Santa Cruz, Diego Lorenzi retorna ao time após cumprir suspensão. Ele se junta a outros dois ex-corais no provável time titular do Ferrão: Tiago Costa e Siloé.
FICHA DO JOGO
Ferroviário
Nícolas; Olávio (Gabriel Cassimiro), Vitão, Willian Machado, Tiago Costa; Lucas Hulk, Diego Lorenzi, André Mensalão; Caíque, Siloé e Willian Lira. Téc: Marcelo Vilar.
Santa Cruz
Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, Elivelton e Perí (Leonan); André, Tinga e Didira; Jáderson (Negueba), Mayco Félix e Pipico. Técnico: Marcelo Martelotte
Local: Estádio DomingãoHorário: 15h30Arbitragem: Alinor Silva da Paixão (MT)Assistentes: Marcelo Grando (MT) e Paulo César Silva Faria (MT)

Por Super Esportes PE

PUBLICIDADE