Gilson Kleina deve ser o novo treinador do Náutico para a Série B

PUBLICIDADE

Dois dias após acertar a saída de Gilmar Dal Pozzo do comando técnico da equipe principal, o Náutico já está perto de anunciar seu substituto, se trata do paranaense Gilson Kleina. O novo treinador, inclusive, já estaria no Recife para acertar os últimos detalhes do contrato com o Timbu. Apesar do acerto adiantado, contra o CRB, neste sábado, o Alvirrubro será comandado pelo auxiliar Dudu Capixaba. e Kleina só assumiria na quarta rodada, contra o Vitória.

Aos 52 anos, Kleina começou sua carreira de treinador em 2002, no Villa Nova/MG. Depois, ele rodou por Iraty/PR, Criciúma, Paraná, Caldense/MG, Cianorte/PR, Paysandu, Coruripe/AL, Sampaio Corrêa, Gama/DF, Ipatinga, Caxias, Vila Nova e Duque de Caxias, até chegar à Ponte Preta, em 2011. Com boas campanhas na Macaca, Kleina foi contratado pelo Palmeiras em 2012, sendo campeão da Copa do Brasil e da Série B no Verdão.
Após mais de 100 jogos, ele deixou o Palmeiras e 2014 e voltou a rodar, passando por Bahia, Avaí, Coritiba, Goiás, Chapecoense e Criciúma, além de mais três passagens na Ponte Preta, equipe na qual ele começou a temporada 2020, mas foi demitido após um mau início no Campeonato Paulista.


Apesar da experiência na Série B, Kleina tem pouco histórico de acesso à elite do Brasileiros. Nesta década, o treinador só conseguir levar seu time à Primeira Divisão em duas oportunidades: 2011, com a Ponte Preta e 2013, com o Palmeiras.

Do Super Esportes PE

PUBLICIDADE