Brasileiro Série B: Náutico x Operário/PR – 21h30 – Aflitos – Recife/PE

PUBLICIDADE

O início do Náutico da Série B, diante do Avaí, foi diferente do que era esperado pelo elenco do Timbu. Batidos por 3 a 1, em Florianópolis, os alvirrubros agora buscarão se reabilitar diante de um adversário inédito, o Operário-PR, hoje, às 21h30, no retorno aos Aflitos, sua histórica casa após a paralisação motivada pela pandemia do coronavírus.

O jogo marcará não apenas o retorno do Náutico aos Aflitos na temporada, pois o último embate do Timbu em casa foi diante do Fortaleza, no dia 14 de março, mas também a primeira partida do Alvirrubro pela Série B no seu histórico reduto desde a sua última campanha do acesso, em 2011, quando ficou invicto, com 13 vitórias e seis empates, um total de 78,9% de aproveitamento. 
Desde então, o Náutico disputou outras quatro edições da Série B sem os Aflitos entre 2014 e 2017, mandando seus jogos preferencialmente na Arena de Pernambuco, mas sem o mesmo aproveitamento. O ano em que mais se aproximou dos números de 2011, quando registrou seu último acesso de forma invicta, foi em 2015. A pior campanha aconteceu em 2017, quando foi rebaixado, os alvirrubros conquistaram apenas 33% dos pontos como mandantes. 


Quanto ao time, apesar de apenas um dia de treinamento antes da partida diante do Fantasma, o técnico Gilmar Dal Pozzo pode realizar modificações na equipe titular do Náutico. Com características mais ofensivas, Erick Daltro pode ser acionado na esquerda na vaga de Willian Simões. No meio-campo, Jean Carlos pode retornar à titularidade, mas sem que Jorge Henrique perca sua vaga. Assim, o jovem Thiago pode se tornar suplente após ter desempenho criticados nas partidas desde sua reestreia. 
Como novidades do elenco, o Náutico terá para as próximas partidas o lateral Kevyn, que passou pelo Timbu em 2018, e o volante Matheus Trindade, que chegou após disputar o Campeonato Catarinense pelo Joinville. Ambos tiveram os nomes divulgados no Boletim Informativo Diário (BID), da CBF, na última segunda-feira, e estão regularizados para iniciar suas participações na Série B pelo Alvirrubro.

Como vem o Operário-PR?

Líder da competição após vencer o Figueirense por 3 a 1, jogando no estádio Germano Krüger, no interior paranaense, a equipe comandada pelo técnico Gerson Gusmão – o mais longevo do país – chega para buscar se consolidar no pelotão da briga pelo acesso à elite nacional. Capitaneados pelo atacante Douglas Coutinho, artilheiro da equipe com seis gols no ano e contando com reforços como volante Pedro Ken e o meia Marcelo, o Fantasma enfrentará o Náutico pela primeira vez em sua trajetória centenária. 

Série B do Náutico nos Aflitos

2006 – 19 jogos16 vitórias 2 empates1 derrota87,7% de aproveitamento48 gols marcados20 gols sofridos
2010 – 19 jogos10 vitórias5 empates4 derrotas78,9% de aproveitamento
2011 – 19 jogos13 vitórias6 empates0 derrotas78,9% de aproveitamento35 gols marcados16 gols sofridos

Série B do Náutico na Arena de Pernambuco

2014 – 19 jogos10 vitórias3 empates 6 derrotas57,8% de aproveitamento24 gols marcados21 gols sofridos
2015 – 19 jogos13 vitórias5 empates1 derrota77,1% de aproveitamento30 gols marcados 14 sofridos
2016 – 19 jogos13 vitórias2 empates 4 derrotas71,9% de aproveitamento34 gols marcados 16 gols sofridos
2017 – 19 jogos5 vitórias4 empates10 derrotas33,3% de aproveitamento18 gols marcados 22 gols sofridos 

Ficha do jogo

Náutico
Jefferson; Hereda, Carlão, Camutanga e Erick Daltro (Wilian Simões); Rhaldney, Djavan e Jean Carlos; Jorge Henrique (Thiago), Dadá Belmonte e Kieza. Técnico: Gilmar Dal Pozzo. 


Operário-PR
Rodrigo Viana; Sávio, Bonfim, Sosa e Julinho; Pedro Ken, Tomás Bastos, Thomaz e Marcelo; Douglas Coutinho e Jefinho (Schumacher). Técnico: Gerson Gusmão. 


Local: Estádio dos AflitosHorário: 21h30Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (CBF-SP)Assistentes: Fabrini Beviláqua Costa (FIFA-SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (CBF-SP).

Do Super Esportes PE

PUBLICIDADE