Salário de R$ 8 mil, bom começo de ano e Copa do Brasil: a aposta do Sport em Philip

PUBLICIDADE

De todos os reforços do Sport para a atual temporada, nenhum causou tanta contestação da torcida quando o atacante Philip, que assinou até maio de 2021. Contratado junto ao Afogados, os rubro-negros apontaram nas redes sociais a idade elevada (29 anos) e o baixo histórico do jogador, que jamais disputou as Séries A ou B do Campeonato Brasileiro. Ele mesmo, aliás, admitiu que chega ao Leão da Ilha do Retiro para supreender e o técnico Daniel Paulista revelou que não passou por ele a contratação.

Oficializado em março, dias antes da paralisação, o atacante, enfim, vai ter a chance de estrear, nesta quarta-feira, contra o Confiança, pelo Regional – por já ter defendido a Coruja no Estadual, não esteve à disposição para o Clássico das Multidões.

Diante desse cenário de iminência dos jogos, o Diario de Pernambuco colheu informações do departamento de futebol do Sport, a fim de tentar esclarecer a análise feita em torno da aposta em Philip e diagnosticou três pontos principais abordados: as atuações na Copa do Brasil, o início de temporada e o salário de R$ 8 mil. Confira abaixo cada um dos tópicos.

Copa do Brasil
O ponto alto da temporada do atacante até o momento foi o jogo diante do Atlético-MG pela segunda fase da Copa do Brasil, onde marcou um dos gols do empate – a Coruja acabaria classificado nos pênaltis. Antes, na primeira fase, havia passado em branco no 3×0 contra o Rio Branco.

“(Philip) vinha se destacando na equipe do Afogados, na própria disputa da Copa do Brasil, fazendo jogos importantes, gols importantes”, disse o executivo de futebol do Sport, Lucas Drubscky. Opinião compartilhada pelo presidente Milton Bivar em entrevista ao Podcast 45 minutos. “Aquele jogo (contra o Galo) foi fundamental, ele fez chover naquele. E já vinha bem jogando o campeonato todo pelo Afogados”, resumiu o mandatário

Início de temporada
De acordo com Lucas Drubscky, além da competição nacional, o atacante vinha fazendo um bom Estadual. “Philip é um jogador que a gente já vinha observando durante o Campeonato Pernambucano, que vinha se destacando na equipe do Afogados”, iniciou o executivo. “Então a gente naquela máxima de fazer a prospecção dentro da nossa região, não poderíamos deixar de dar essa oportunidade, trazê-lo para dentro do Sport para que ele possa ter essa condição que até então ele vinha demonstrando esse ano”, complementou o dirigente.

Salário de R$ 8 mil
Questionado sobre a contratação do atacante, Milton Bivar sugeriu que, tendo em vista o crítico momento financeiro do clube no ano, foi feita uma aposta que caiba no orçamento, uma vez que o salário de Philip será de R$ 8 mil – baixo para os padrões de um time da Série A -, conforme relatou. “No futebol tem um negócio chamado aposta. Uma (aposta) de R$ 8 mil é grande? Por que estamos fazendo uma aposta de R$ 8 mil? Porque só poderíamos fazer de R$ 8 mil, não de R$ 40 mil ou R$ 50 mil”, afirmou ao 45 minutos.

DO SUPER ESPORTES PE

PUBLICIDADE