Reta final da Liga dos Campeões pode ser disputada em único país; Portugal e Alemanha cotados

PUBLICIDADE

Alemanha e Portugal surgem como alternativas para sediar a retomada da Liga dos Campeões em agosto no lugar da Turquia. Pelo menos é o que afirmam agências de notícias e jornais europeus após o relato de que a Uefa planeja tirar a final da Liga dos Campeões 2019/20 de Istambul devido à pandemia do coronavírus.

A decisão aconteceria no Estádio Olímpico de Atatürk em 30 de maio, mas a Uefa teria concluído que a capital turca não é mais viável como cidade sede. Até pelo fato da entidade querer fazer todos os jogos eliminatórios restantes após a fase de oitavas de final num único local.

A prioridade da Uefa é para a escolha de um local acessível para jogadores e oficiais, já que é improvável que os torcedores possam ir aos jogos devido às restrições do Covid-19. A Uefa vai reunir seu Comitê Executivo em 17 de junho para definir tal situação.

A agência de notícias alemã DPA disse que a Commerzbank-Arena, sede do Eintracht Frankfurt, clube da Bundesliga, podem ser um local para a Liga dos Campeões na Alemanha. Markus Frank, secretário de esportes da cidade de Frankfurt, disse:

  • Frankfurt sempre pode ajudar. É claro que estamos interessados, mesmo que sejam realizados de maneira diferente do habitual.

Enquanto isso, o jornal espanhol “Mundo Deportivo” disse que a capital portuguesa, Lisboa, está almejando os direitos de hospedagem para um torneio “Final Four” (jogos das semifinais e final num único local) ou “Final Eight” (quartas, semis e decisão numa única sede), utilizando o Estádio Da Luz, casa do Benfica, como sede e o José Alvalade, que hospeda o Sporting, como estádio de apoio. A publicação acrescentou que a Arena de Munique, do Bayern, e Wanda Metropolitano, do Atlético de Madrid, podem ser anfitriões em potencial.

O Estádio Olímpico de Atatürk recebeu direitos de hospedagem da final da Liga dos Campeões dessa temporada em maio de 2018. A Federação Turca de Futebol (TFF), no mês passado, sublinhou sua intenção de realizar a decisão em agosto.

DO GLOBOESPORTE.COM

PUBLICIDADE