Página inicial
 
Mural de recados
07.07 | vanielson
Warley,esse jogo nao poderia ser em santa cruz ou belo jardim? ...
07.07 | Fillipe
Cadê???? Isso não é uma mural para opiniões... Porque não opinam sobre o preside ...
07.07 | Davi
caro jomar junior,Jandoval ja falou sobre levar o jogo p fecife segundo ele nao ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
Central Sport Club
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
15/02/2012
23h16 | esportes - PERNAMBUCANO
PE 2012: Náutico 2x0 Central -> Patativa mais uma vez não se deu bem nos Aflitos
Clique e Confira >>>

Com dois gols de Siloé, o Náutico venceu o Central por 2x0 no estádio dos Aflitos na noite desta quarta-feira pela décima rodada do Pernambucano Coca-Cola 2012. Os dois gols do atacante alvirrubro sairam no segundo tempo. Agora Siloé tem cinco gols e já pode se considerar na briga pela artilharia do campeonato.

Com o resultado, a equipe alvirrubra se mantém na vice-liderança da competição com 22 pontos empatado com o líder Salgueiro. No entanto o Carcará leva vantagem no saldo de gols (12 contra 10). Já o Central permanece com os mesmos 12 pontos ocupando a oitava posição. Na próxima rodada, o Náutico encara o Belo Jardim noo estádio Mendoção, enquanto a Patativa visita o Sport na Ilha do Retiro.

O JOGO - O Náutico começou o primeiro tempo partindo para cima do Central. Logo aos cinco minutos Souza já chegava com perigo com um chute dentro da grande área adversária após cruzamento do lateral-direito Auremir, que era uma das novidades na escalação do Timbu.

O Timbu não parecia sentir os inúmeros desfalques no jogo e tomava as iniciativas do jogo. O meia Eduardo Ramos era o grande destaque do início de partida com bons passes e arrancadas. Em uma delas, aos 10, ele quase abriu o placar. A bola foi na trave frustrando os alvirrubros presentes.

O Central se contentava em marcar o Náutico e tentar agredir a equipe da casa nos contra-ataques e nas bolas paradas. O atacante Pimenta se destacava, apesar de jogar sozinho contra o zagueiros alvirrubros.

A partir dos 20, o que se viu foi uma verdadeiro show do goleiro da Patativa, Helder, que foi o grande responsável pelo 0x0 do primeiro tempo. O arqueiro fez pelo menos três boas defesas. Uma em falta cobrada por Souza aos 20, outra em chute de Berger cara a cara e mais uma em chute de Siloé. Por sinal, o atacante do Timbu foi que melhor apareceu na segunda metade da primeira etapa.

Assim, pela oportunidades criadas, o Náutico pode se sentir injustiçado pelo empate no primeiro tempo. No entanto, como futebol não é um esporte que prega pela justiça e sim pela bola na rede, o 0x0 permanece.

SEGUNDO TEMPO - Na volta para a etapa complementar a partida caiu um pouco de rendimento. O Náutico não chegava mais com a mesma facildiade do primeiro tempo. As chances eram poucas de ambos os lados, já que o Central se arriscava pouco.

Aos 8 minutos um susto para o Náutico. O meia Eduardo Ramos chocou o joelho com o adversário e saiu do gramado com muitas dores. No entanto, o jogado se recuperou e voltou ao campo sem maiores problemas.

Curiosamente, foi no momento que o Náutico oferecia menos perigo ao adversário que surgiu o primeiro gol do Timbu. Após jogada trabalhada na entrada da área, aos 15, o atacante Siloé recebeu a bola, limpou a marcação e chutou sem chances para o goleiro Helder. Era a festa alvirrubra nos Aflitos.

Com a vantagem no placar o Náutico diminuiu o ritmo e passou a tocar a bola com mais tranquilidade. O Central, apesar de estar atrás no marcador, oferecia pouco risco ao Alvirrubro.

Dentro deste cenário de tranquilidade, o Náutico chegaria ao segundo gol que consolidaria a vitória. Aos 38, após saída errada do goleiro Helder, Dorielton roubou a bola e cruzou na grande área. A bola sobrou para Siloé que tocou para o gol sem goleiro.

Após o segundo gol sofrido no final, o Central desanimou de vez e praticamente abidicou da partida. Coube ao Náutico administrar a vitória e aguardar o apito final de Sebastião Rufino.

Ficha da partida - Náutico 2x0 Central

Náutico: Rodrigo Carvalho; Auremir, Marlon, Gustavo e Douglas (Dorielton); Souza (Marquinhos), Lenon, Derley e Eduardo Ramos; Siloé e Berger (Philip). Técnico: Waldemar Lemos.

Central: Helder; Zé Carlos (Deivison), Paulo César, Célio Lima e Wagner Manso; Ricardo Porcino, Fernando Pires (Diego Gois), Cléber, Lenilson e Tiago Silva (Douglas Caé); Pimenta, Técnico: Júnior Caruaru.

Local: Estádio dos Aflitos. Árbitro: Sebastião Rufino Filho. Assistentes: Pedro Wanderley e Albert Júnior. Gols: Siloé aos 15 e aos 38 minutos do segundo tempo pelo Náutico. Amarelos: Wagner Manso, Helder e Lenilson pelo Central. Público 7.595 e Renda R$ 28.770.

Matéria do Blog do Torcedor


.
 
 
 
eXTReMe Tracker