Página inicial
 
Mural de recados
18.12 | Roberson
Warley, gostaria que se possível, fizesse uma postagem com a lista do atual elen ...
18.12 | MARCOS LEITE
VALEU CENTRALZÃO LIDER ISOLADO E PARABENS AO PORTO PELA GRANDE VITÓRIA, CENTRAL ...
17.12 | gilson kbrobo
o davi seu abe.... se liga o central estar de esmola só não pede esmola porque n ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
Central
Porto
Sport
Santa Cruz
Náutico
Salgueiro
Futebol PE
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
15/02/2012
23h16 | esportes - PERNAMBUCANO
PE 2012: Náutico 2x0 Central -> Patativa mais uma vez não se deu bem nos Aflitos
Clique e Confira >>>

Com dois gols de Siloé, o Náutico venceu o Central por 2x0 no estádio dos Aflitos na noite desta quarta-feira pela décima rodada do Pernambucano Coca-Cola 2012. Os dois gols do atacante alvirrubro sairam no segundo tempo. Agora Siloé tem cinco gols e já pode se considerar na briga pela artilharia do campeonato.

Com o resultado, a equipe alvirrubra se mantém na vice-liderança da competição com 22 pontos empatado com o líder Salgueiro. No entanto o Carcará leva vantagem no saldo de gols (12 contra 10). Já o Central permanece com os mesmos 12 pontos ocupando a oitava posição. Na próxima rodada, o Náutico encara o Belo Jardim noo estádio Mendoção, enquanto a Patativa visita o Sport na Ilha do Retiro.

O JOGO - O Náutico começou o primeiro tempo partindo para cima do Central. Logo aos cinco minutos Souza já chegava com perigo com um chute dentro da grande área adversária após cruzamento do lateral-direito Auremir, que era uma das novidades na escalação do Timbu.

O Timbu não parecia sentir os inúmeros desfalques no jogo e tomava as iniciativas do jogo. O meia Eduardo Ramos era o grande destaque do início de partida com bons passes e arrancadas. Em uma delas, aos 10, ele quase abriu o placar. A bola foi na trave frustrando os alvirrubros presentes.

O Central se contentava em marcar o Náutico e tentar agredir a equipe da casa nos contra-ataques e nas bolas paradas. O atacante Pimenta se destacava, apesar de jogar sozinho contra o zagueiros alvirrubros.

A partir dos 20, o que se viu foi uma verdadeiro show do goleiro da Patativa, Helder, que foi o grande responsável pelo 0x0 do primeiro tempo. O arqueiro fez pelo menos três boas defesas. Uma em falta cobrada por Souza aos 20, outra em chute de Berger cara a cara e mais uma em chute de Siloé. Por sinal, o atacante do Timbu foi que melhor apareceu na segunda metade da primeira etapa.

Assim, pela oportunidades criadas, o Náutico pode se sentir injustiçado pelo empate no primeiro tempo. No entanto, como futebol não é um esporte que prega pela justiça e sim pela bola na rede, o 0x0 permanece.

SEGUNDO TEMPO - Na volta para a etapa complementar a partida caiu um pouco de rendimento. O Náutico não chegava mais com a mesma facildiade do primeiro tempo. As chances eram poucas de ambos os lados, já que o Central se arriscava pouco.

Aos 8 minutos um susto para o Náutico. O meia Eduardo Ramos chocou o joelho com o adversário e saiu do gramado com muitas dores. No entanto, o jogado se recuperou e voltou ao campo sem maiores problemas.

Curiosamente, foi no momento que o Náutico oferecia menos perigo ao adversário que surgiu o primeiro gol do Timbu. Após jogada trabalhada na entrada da área, aos 15, o atacante Siloé recebeu a bola, limpou a marcação e chutou sem chances para o goleiro Helder. Era a festa alvirrubra nos Aflitos.

Com a vantagem no placar o Náutico diminuiu o ritmo e passou a tocar a bola com mais tranquilidade. O Central, apesar de estar atrás no marcador, oferecia pouco risco ao Alvirrubro.

Dentro deste cenário de tranquilidade, o Náutico chegaria ao segundo gol que consolidaria a vitória. Aos 38, após saída errada do goleiro Helder, Dorielton roubou a bola e cruzou na grande área. A bola sobrou para Siloé que tocou para o gol sem goleiro.

Após o segundo gol sofrido no final, o Central desanimou de vez e praticamente abidicou da partida. Coube ao Náutico administrar a vitória e aguardar o apito final de Sebastião Rufino.

Ficha da partida - Náutico 2x0 Central

Náutico: Rodrigo Carvalho; Auremir, Marlon, Gustavo e Douglas (Dorielton); Souza (Marquinhos), Lenon, Derley e Eduardo Ramos; Siloé e Berger (Philip). Técnico: Waldemar Lemos.

Central: Helder; Zé Carlos (Deivison), Paulo César, Célio Lima e Wagner Manso; Ricardo Porcino, Fernando Pires (Diego Gois), Cléber, Lenilson e Tiago Silva (Douglas Caé); Pimenta, Técnico: Júnior Caruaru.

Local: Estádio dos Aflitos. Árbitro: Sebastião Rufino Filho. Assistentes: Pedro Wanderley e Albert Júnior. Gols: Siloé aos 15 e aos 38 minutos do segundo tempo pelo Náutico. Amarelos: Wagner Manso, Helder e Lenilson pelo Central. Público 7.595 e Renda R$ 28.770.

Matéria do Blog do Torcedor


.
 
 
 
eXTReMe Tracker